Início > Devocional > A Prioridade do Ministério

A Prioridade do Ministério

Olá Personas,

Estou a um bom tempo sem postar ou compartilhar algo com os nosso leitores. Não poderia de deixar esse blog a ver navios. Tenho ainda a contribuir com o Reino. Não é por mudar um pouco o foco de nossos projetos que devamos abandonar os outros.

Para isso, trago a vocês mais um devocional do Ronaldo Bezerra disponibilizado para seus assinantes de Newsletter.

Para acessar os demais artigos escrito pelo Pr. Ronaldo Bezerra, clique aqui.

Para acessar os demais guias para ministério/equipe de louvor, clique no link abaixo:

https://adoracaosemlimite.wordpress.com/ministerio-de-louvor/

Receba nossas atualizações através do Twitter (@AdoraSemLimite) ou por email através da opção “Inscreva seu Email”, no canto superior direito.

Leia o artigo por completo e seja edificado:

A PRIORIDADE DO MINISTÉRIO

O segredo do sucesso de um ministério cristão está em como ele se localiza prioritariamente na vida do cristão. Muitos dizem: “O ministério, certamente, ocupa o primeiro lugar, pois afinal trabalhamos para o Senhor!”. Devemos nos lembrar que o ministério é FRUTO de uma vida de adoração e comunhão com Deus, do exercício deste relacionamento na família, servindo a nosso cônjuge e filhos, do nosso trabalho e formação.

Devemos viver em função do direito que Deus tem sobre nossa vida. Este direito tem prioridade sobre os outros interesses humanos. A ordem das prioridades de Deus:

. Deus (Ef 5:18-19)

. Cônjuge (Ef 5:21-33)

. Filhos (Ef 6:1-4)

. Profissão (Ef 6:5-9)

. Ministério (Ef 6:11-12)

É importante entendermos que o ministério, embora seja a nossa quinta prioridade, na verdade refletirá como estamos nos saindo nas quatro primeiras. Mesmo ele sendo a quinta prioridade, isso não indica que deva ser exercido quando possível, ou quando sobrar tempo, pois ele não deixa de ser também uma prioridade. No momento que estou me dedicando a ele, então se torna a minha prioridade. Isto também se aplica as outras.

Um ministério fraco denota um fraco relacionamento com Deus, e não falta de tempo em virtudes das outras prioridades. Um ministério fraco não é aquele que não aparece, mas aquele que, para a própria pessoa que o exerce, é algo pesado, enfadonho, sem alegria, sem entusiasmo, sem perspectiva, sem frutos.

Nossa vida é falar de Cristo, é manifestar a Ele onde quer que estejamos, na família, trabalho, comunidade. E para isto, cada um recebeu de Deus pelo menos um dom ou capacitação especial. O ministério permeia a vida. Ele está embutido naquilo que fazemos, pensamos. Se você atua no ministério da música, com certeza isso sempre estará em sua mente, e merece uma atenção especial. Do mesmo modo se você trabalha com casais, jovens, crianças etc. A multiforme graça de Deus se manifesta não por meio de uma só pessoa ou grupo, mas em todo o Corpo de Cristo.

Se o nosso relacionamento com Deus ultrapassar a barreira da religiosidade, e começarmos a agir como filhos, amigos de Deus, Ele revelará ao nosso coração os seus segredos, os seus pensamentos, anseios e desejos. E como filhos (e não apenas servos), como amigos que merecem confiança, Ele nos revelará como devemos cuidar do nosso cônjuge, filhos, família, profissão e ministério. Ele nos dará o ponto de equilíbrio! Receberemos Palavra fresca pelo seu Espírito que habita em nós, e esta Palavra em nós será uma fonte a jorrar para a vida eterna.

Deus abençoe!

Ronaldo Bezerra

(Para falar com o Ronaldo envie um email para ronaldo_bezerra@hotmail.com)

Blessing
Dário

  1. 29/12/2011 às 03:57

    Olá meu amigo Dário Estevão! Eu já estava sentindo falta de seus posts aqui no adoração sem limite, que bom ver você postando novamente! ;D
    Devo confessar que o devocional com que enriqueces o blog neste momento foi para mim palavra rhema. Digo isto com toda a sinceridade, pois tenho vivido na pele ultimamente a sensação de que, para eu fazer o que quero, 24 horas é pouco. Por várias vezes ao dia tenho a sensação de que não dou conta do pouco de minhas ambições (no bom sentido) do jeito que gostaria… É aí que percebo que a palavrinha “prioridade” é deveras fundamental para nossas vidas, pois eu creio que quando ela está no lugar correto e no momento correto tudo flui naturalmente. Tudo na vida requer esforço, mas a prioridade faz o esforço ser espontâneo, e não, literalmente, um fardo. Ela é como a ferramenta que facilita o “trabalho”.
    Fardo. Esta palavrinha de cinco letras pesa toneladas nas costas de muitos filhos de Deus. Porque, quando sim e quando não, estamos pressionados por todo lado: no trabalho, pelas exigências do mercado de trabalho; em casa, pelas necessidades (físicas, emocionais, espirituais) da família; na igreja, pelas exigências ministeriais (metas, alvos e projetos muitas vezes mais humanos que bíblicos). Ainda, possuímos as nossas próprias pendências sociais e pessoais (sonhos, desejos, projetos) que queremos do fundo do coração realizar. Vêm aí o tão temido e esperado ano de 2012. Como todos os anos, fazemos planos e promessas. Mas com tudo o que temos em mente muitas vezes esquecemos como utilizar a sabedoria da “prioridade”. Saber quais são nossas prioridades é fácil. Difícil é saber utilizá-las rsrs
    Achei interessante uma frase “não deixe para depois o que você pode fazer agora e não faça agora o que você pode fazer depois”. Tal frase denota organização. Já a frase que demonstra o que é prioridade é “não faça posteriormente aquilo que você deve fazer neste exato momento; não permita realizar agora o que você deve fazer depois.” Prioridade é dever, não poder. No tempo pode-se fazer tudo, mas nem sempre deve-se fazer tudo. Falar é fácil… Mas com perseverança conseguimos, sim, chegar a manobrar a tão necessária prioridade.
    Creio que o relacionamento de alguns filhos de Deus com o Pai é de plena comunhão, porém não saber utilizar a prioridade faz com que o tempo seja perdido e mais energia gasta para recuperá-lo nas 05 prioridades elencadas e, por isso, o que nem tinha tanto peso assim se torna mais árduo. Minha oração é que o nosso Pai nos conduza a toda a sabedoria para sermos capacitados para todo tipo de boa obra, afim de que possamos glorificar o nome Dele em tudo o que fizermos!
    Paz do Senhor, abraços!

  2. 19/01/2012 às 20:33

    Experimentemos ouvir o que Deus tem a nos dizer, e deixemos que ele nos mostre o caminho que devemos seguir.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: