Início > Devocional, Reflexão > Silêncio

Silêncio

Silêncio

“Para tudo há uma ocasião certa; 

há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu:

Tempo de calar e tempo de falar.” (Ec 3:7).

Uma das coisas mais sábias da vida é reconhecer que a interpretação das coisas é tão subjetiva que, antes de dizer que algo é isto ou aquilo, devemos refletir se o que entendemos é realmente aquilo que a pessoa quis dizer ou fazer.

Tudo na vida é muito subjetivo, generalizações possuem exceções, sempre.

“Toda generalização é falsa, inclusive esta”

(Filósofo Huberto Rodhen). 

E uma coisa importantíssima que temos que aprender é que escutar nem sempre significa aceitar o que se está sendo dito e que o silêncio nunca significou “sim” ou “não”, silêncio é silêncio.

Existe uma grande diferença entre “Entender” e “Compreender”. Entender se faz ao escutar, mas compreender é mais que isso, é aceitar ou se colocar no lugar do outro por já ter passado pelo mesmo ou se imaginar como.

Uma pessoa não pode ser julgada por causa de um silêncio, pois uma pessoa só pode responder pelo que faz e pelo que diz e se o que deixou de fazer ou dizer for omissão ou negligência.

Silenciar é diferente.

Silêncio não significa OMISSÃO ou NEGLIGÊNCIA. 

Omissão é quando se deixa de fazer ou falar para um determinado fim. Negligência é falta de atenção ou de cuidado.

Silêncio, não.

Às vezes, ele é mais sábio que palavras e ações, por ser um momento onde alguém reconhece humildade, reflexão, ponderação, auto-defesa, domínio próprio, etc, sobre algo, alguém ou situação.

Até Constituição Federal reconhece esse direito, quando diz:

“Art. 5º, inci. LXIII – o preso será informado de seus direitos, entre os quais o de permanecer calado…”

E existem muitos provérbios e frases que exaltam o silêncio como manifestação de sabedoria:

“Bom é saber calar, até ser tempo de falar.”
“Quem não sabe calar, também não sabe falar.”
“De calar ninguém se arrepende, e de falar, sempre.”

Segundo o Apóstolo Tiago, o calar e o falar são evidências de quem a pessoa é:

“Se alguém não tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de dominar todo o seu corpo”. (Tiago 1:2)

Ele diz, ainda, que devemos ter pressa somente para escutar, ponderar, refletir, compreender ou ao menos entender, para só depois manifestarmos-nos sobre uma situação:

“Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se” . (Tiago 1:19) 

E diz mais:

“Se alguém considera-se religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum”. (Tiago 1:26)

É certo, contudo, que o silenciar é realmente uma questão de grande domínio próprio, principalmente em situações adversas, em discordâncias, etc. O próprio Rei Davi, homem segundo o coração de Deus, desabafou:

“E eu disse: vigiarei a minha conduta e não pecarei em palavras; porei mordaça em minha boca enquanto os ímpios estiverem na minha presença. Enquanto me calei resignado, e me contive inutilmente, minha angústia aumentou. Meu coração ardia-me no peito, o fogo aumentava…” Salmos 39:1-3b

Davi estava em deliberação íntima neste momento, não tinham saído dele palavras, ele silenciou. E a sensação incômoda que dá quando silenciamos é o que geralmente nos faz falar, quando deveríamos calar.

E neste momento ele estava desabafando para Deus sua situação e angústia, deliberando íntimamente e confessando a Deus. Aprendamos com Davi a silenciar, quando preciso.

E, principalmente, desabafar para Deus o que sentimos, o que sofremos, o que contestamos (com temor, na presença do Pai), o que passamos, o que escondemos, o que guardamos… Silenciar e ao mesmo tempo fazer como o Rei Davi, deliberar íntimamente e confessar a Deus fará com que sejam sábias as nossas posteriores palavras, pois Deus as direcionará.

  1. Li
    17/04/2012 às 09:05

    Com a nossa boca abençoamos vidas ou amaldiçoamos! Cabe a nós seguirmos a risca o que a palavra do Senhor nos ensina, a nos contermos em nossas palavras! Saber que podemos destruir vidas, famílias e amizades por causa de uma palavra mal dita.

    • 10/07/2012 às 06:15

      É verdade, Li… É uma sabedoria imensa saber silenciar… Que o Senhor faça surgir em nós do Dom do Domínio Próprio! =) Amém….

  2. Arthur da Elisangela
    09/06/2012 às 10:00

    Muito bom para reflexão.. eu tenho muito que aprender a dominar minha língua, mesmo querendo resolver a questão acabamos magoando ou piorando as coisas.. principalmente quando falamos com pessoas que não tem nenhum controle das emoções, que tendem a revidar fisicamente quando confrontadas.
    .
    Recebi de um irmão a seguinte frase para reflexão: Sou senhor das palavras que não falei; e escravo para sempre das palavras que falei.
    .
    Se for para ser escravo de alguma coisa, mesmo que sejam palavras proferidas, que sejam apenas das boas – que cuidaram bem dos seus escravos.

    • 10/07/2012 às 06:18

      Interessante o ponto que você colocou, Arthur, que daria uma boa reflexão: Pessoas que não tem controle da própria emoção…

      O diálogo é importante na vida de qualquer pessoa em um relacionamento saudável, ao passo que o silenciar é igualmente importante, certo? Então, como conciliar estes dois lados da moeda?

      Pois muitas vezes o que acontece é que a pessoa que ouve pode não estar preparada para as palavras, contudo pode também não estar preparada para o silêncio… Eis uma ótima questão!

      Gostaria até que vocês dessem uma opinião a respeito, inclusive nossos irmãos Duarte Henrique e Dário Estêvão…

      Abraços!

  3. 08/07/2012 às 20:06

    O tempo de Deus em nossas vidas algo difícil mas necessário porque a recompensar vai ser melhor.

    • 10/07/2012 às 06:23

      É verdade… Concordo!

      Uma lição importante sobre o silêncio é que ao silenciarmos estamos colocando nossas palavras no tempo de Deus, no Seu controle… É difícil controlar as palavras, ao mesmo tempo que a recompensa do silêncio é proporcional à dificuldade que ele carrega…

  4. cleide
    15/11/2012 às 11:38

    a situações em nossas vidas que realmente para obter sucessó é necessário o silencio,no mundo existe um ditado popular que diz que quem cala concente,mais a cada dia que passa estou aprendendo e vendo com meus proprios olhos o valor do silencio,quem cala vence,que o SENHOR de nossas vidas nos ajude diante dos fatos e dos absurdos que ouvimos,a nos calar…

    • 15/04/2013 às 19:54

      Falou e disse: o silêncio nos faz vencer quando usado sabiamente.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: